FELICIDADE.


Outro dia lendo a revista Linha Aberta, uma revista aqui da comunidade Brasileira me deparei com algo interessante. Americanos de um instituto de pesquisa, juntamente com outros orgão Americanos criaram um mapa da felicidade, incrivel não ?….Como se isto fosse possivel. O mais engraçado, talvez, (com certeza) muitas pessoas irão discordar de min, é que colocaram como felizes os paises ricos, com pouquíssimas excessões de uns poucos países da América do Sul e e Ásia, ditos desenvolvidos como os mais felizes. Mas como medir a felicidade ?? Seria a felicidade um destino ou a caminhada ? Muitas pessoas trabalham duro a vida toda tentando adquirir isto ou aquilo, seja carro, casa ou outro bem material. Aqui nos EUA temos a oportunidade de morar perto de pessoas que conseguiram através do trabalho duro, algumas pelo menos, ter uma reserva financeira boa, um carro bom, um iate. Pessoas que lutaram uma vida toda em busca da tal Felicidade, mas a grande maioria deles é infeliz.

Mesmo no seio da “igreja” da mesma forma, muitos sairam do Brasil e muitos vieram acreditando que o problema se resolveria se ganhassem mais dinheiro, se pudessem ter um poder de compra maior, pensaram que o problema era meramente financeiro e uma vez sanado este problema tudo estaria bem. Mas o que vemos é que, depois de um tempo vivendo fora, é que muitos começaram a perceber que dinheiro e bens materiais não trazem felicidade, aliás, algumas pessoas tem compartilhado comigo um fato triste: “De que adianta ter um carro bonito e na maioria das vezes não ter com quem compartilhar ? De que adianta ter uma casa linda comprada com muito esforço e que muitas vezes as nossas mães, avós, irmãos, e parentes e em aguns casos não tão raros, os filhos não podem usufruir de tudo o que se conquistou ?” . Existe uma frase que sempre tive o costume de dizer lá no Brasil, “Dinheiro ? Ajunte quem quiser não fui eu quem espalhei !!! nunca pensei que o dinheiro pudesse resolver o problema da humanidade, mas como diz algumas pessoas: “mas que dá uma mão isto dá”. É….chegamos a uma conclusão triste, triste porque o que para nós era solução fez perder o sentido de se ter, pensavamos também que trabalhando e tendo o reconhecimento do trabalho, como aqui temos, pelo menos a parte financeira já que muitos exercem trabalhos que estão fora da sua vocação e só fazem pela necessidade, poderiamos ser felizes, muitos de nós criamos que Felicidade era um destino; e nesse afam de se chegar ao destino Felicidade nos perdemos na caminhada e chegamos há um ponto de triste conclusão : TRABALHAMOS POR NADA !! Mas não é bem assim ! Você pode até me dizer; Conquistei muitas coisas !…. É mas estas coisas que você conquistou não te trouxeram a tão almejada Felicidade e o pior, nos tirou de um próposito maior de vida, nos tirou do caminho. O saldo não é nada agradavel ! Dores nas costas, dores nos joelhos, os filhos nas drogas e quem sabe uma separação entre o marido e a mulher, isto na corrida pela Felicidade. Infelizmente a Felicidade não pode ser medida, aliás já me peguei várias vezes dizendo: Ah que tempo bom foi aquele !! Eu era Feliz e não sabia !! E muitos de nós pensamos assim de vez em quando. A caminhada é que faz a felicidade… mas como estes institutos podem ousar em medir a felicidade ? Como medir algo relativo como a Felicidade ?….como medir a felicidade do povo Brasileiro ?…Nunca andaram num carrinho de rolimã ! Nunca jogaram queimada ! E aquela pelada no campinho ? … Nunca brincaram de Policia Ladrão, nem de bandeirinha !! E nem nunca roubaram manga no pé do vizinho… (já pedi perdão a Deus rsrsrs). Me lembro de quando era garoto, lá em Belo Horizonte, terra boa, eu e alguns amigos sentávamos em um banquinho na frente de casa e ficava lá batendo papo até altas horas ou até mãe da gente gritar para entrarmos. Ah como era bom !! ou quando, depois de ter retornado para Jesus ficavamos Eu, Carlésio, hoje Pastor Carlésio, Valéria, hoje minha esposa, aliás completamos 12 anos de casados dia 03 de Dezembro… ficavamos na “quininha” do sanduiche do Clayson até de madrugada fazendo planos de ter um culto jovem na igreja onde congregávamos, a 1ª Igreja Baista de Vista Alegre… imaginando como seria no futuro… conseguimos arrebanhar muito jovens para Jesus e causar uma revolução naquele bairro Nova Cintra. Depois de alguns anos o culto jovem ganhou força e virou o culto jovem Fraternão, mais adiante, como não se poderia evitar o culto jovem se transformou em uma igreja. Ousamos sonhar e o sonho concretizou, ousamos crer e Deus nos honrou !! Pois bem meus amigos… Felicidade não é um destino, mas uma caminhada e você pode hoje escolher fazer um futuro feliz, tomando decisões corretas e vivendo pelas consequência destas decisões, decida-se por Jesus hoje, você terá de “lambuja” Paz… nem vou te explicar pois não tem como entender, segurânça e Felicidade e certeza que você estará caminhando nesta Felicidade de saber que com Jesus Cristo é possivel ser feliz.

Na Paz daquele que transforma sua toda tristeza em Felicidade,

Carlos Rizzon

Advertisements

Leave a comment

Filed under Artigos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s